sobre a vida #4: mudanças, roupas novas, eleições

comecemos com os novos começos…

e foi dada a largada para o último bimestre do meu 3º ano!

Aliás… eu sei que dizem que, durante a faculdade, a gente só reclama do quanto quer se formar e dar no pé logo, mas que depois da formatura bate aquela deprê e todo mundo – TODO MUNDO – se encolhe em posição fetal pra chorar escondido num cantinho escuro, e que eu deveria aproveitar minha vida universitária e lá lá lá…

Mas, sério, 2014 não acaba nunca. Faz só 4 dias que os 380 dias de Setembro terminaram. E eu juro que tô preocupada: já estou mortíssima a essa altura do campeonato… e ainda tenho que encarar o TCC ano que vem.

É melhor esse diploma me deixar muito rhyca valer a pena depois, ein, dona facul!

aliás, falando em dinheiro…

TÔ DE EMPREGO NOVO

QUE PAGA MAIS QUE O ANTERIOR

AAAAAAEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

Fora isso, o ambiente é liiiiindo, super descolado, e minha nova chefe é um amô de pessoa

Ainda não comecei porque a faculdade não liberou o contrato, mas estou aproveitando para tirar todo o meu sono atrasado dos últimos 4 meses e chegar lá com uma cara decente de alguém que durma 7 horas por dia e não de alguém que madrugue reassistindo Frozen pela 20ª vez e lendo spoilers de Lost porque tenho preguiça de assistir a série inteira.

E tá, eu faço essas coisas, mas não preciso deixar claro pro mundo, né?

o armário também sofreu umas alterações!

Que, na verdade, foram só adições novas, mesmo 😛

Mas então, eu tinha acabado de receber meu último salário do antigo emprego, e fazia um tempinho que não visitava o Brás – também conhecido como único lugar do mundo onde eu consigo comprar roupa. Aí, dei um pulinho lá ontem, e acabei voltando com… bem… umas 10 leggings novas, e inúmeras blusinhas fofas (e algumas nerdocas, YAY!).

Em minha defesa, era tudo muito barato e eu tava precisando mesmo. Eu só uso legging preta na vida. Sabe quantas eu tenho? Duas. DUAS!

Ah, e as 10 leggings custaram 80 reais. OITENTA REAIS. E não é tecidinho vagabundo, não. A banquinha que eu comprei fica lá na Feirinha da Madrugada, mas eu não sei dizer exatamente qual…

e, enfim, em quem votaremos amanhã?

Tenho 19 anos, e é a primeira vez que vou votar. Porque agora sou legalmente obrigada. Se eu pudesse, juro pra vocês, amanhã seria apenas outro domingo como qualquer outro na minha vida – ou eu saía pra um programa mais relax, como um açaí ou um cineminha, ou eu ficava em casa dormindo.

Mas né, tenho que ser cidadã, acordar cedo e me arrastar por uns 10 quarteirões pra apertar uns botões e ajudar a escolher as próximas lideranças do país.

Não me orgulho em ser ignorante e nem de ter nojo de política, embora esse seja um sentimento muito compartilhado entre o povo brasileiro e pela minha geração. Mas fica difícil levar a sério quando alguém que fala tantas coisas absurdas como o senhor Levy Fidelix se candidata a presidente, contando com o apoio e o voto de muita gente por aí.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s