trilha sonora #2: não sou tuas piranha

Época meio revolts marcada por muito tédio, insatisfação catalisada por insatisfações internas e a esperança de um bom porre a ser tomado nesse meio-fim da semana. Além de uma nostalgia bonita.

1. Extraordinary, de Clean Bandit feat. Sharna Bass

Rather Be? Esqueça! Além de estar todo mundo enjoado, essa daqui consegue ser três vezes melhor ❤

Mantém aquele ar etéreo de Clean Bandit, mas tem um ar mais fofo do que o hit anterior – não um fofo “cute”, um fofo suave, sabe? Meio lírico, poético… e eu gostei mais da voz da Sharna do que da Jess Glynne, mas acho que isso é mais questão de opinião heh.

Novo hit da vida, destronando Outside com uma relativa facilidade.

2. Bullet In My Hand, de Redlight King

Adoro o Spotify – me faz descobrir umas bandas que acho que nunca ouviria falar na vida não fosse pelo app (serviço de stream, ok! entendi). E, apesar da minha lista de artistas mais tocados contradizer isso, eu adoro rock! Sou meio doida por uma guitarra e super a favor do ecleticismo (?) musical – afinal, músicas diferentes servem para momentos diferentes, certo?

Mas enfim, em minhas andanças pela vida pra tentar reduzir um pouco a quantidade de artistas da laia Calvin Harris da lista, saí por aí caçando bandas diferentes e me deparei com essa. Som maravilhoso!

3. I’m Not Your Toy, de La Roux

Ah, La Roux. Não sendo as piranha de hómi nenhum desde 2000 e alguma coisa quando essa música foi lançada.

Estou com preguiça de procurar o ano certo, pare de me julgar e vai escutar essa lindeza que ainda tem uma das batidas mais legais da música pop e uma mensagem bacana pra todo mundo que está cansado de ser feito de trapo de chão pelo peguete cretino.

4. Rich Girl, de Luke Wade

A música nem é dele, mas a performance foi tão legal e a versão ficou tão linda que não pude resistir! O Luke tem uma das vozes mais diferentonas e legais de se ouvir que eu me deparei nos últimos tempos (daquelas que você sabe na hora quem é!), e só lamento que ele tenha sido eliminado do The Voice. Um dos meus favoritos desde o comecinho!

E ó, adoro o Pharrell, mas acho que ele ficou bem abaixo das expectativas como técnico 😦

5. Just a Kiss, de Lady Antebellum

Então… eu não escuto essa música. Não ando com ela no celular. Não tenho ela na minha lista do Spotify.
Na verdade, eu nem me lembrava que ela existia.
Ok, então por que isso está aqui?

Porque calhou da vida que a vida quis que, sempre que alguém ligasse o rádio, em algum lugar, essa joça começaria a tocar. Sério, aconteceu comigo umas 5 vezes. Em 3 dias.

Não sou de brincar com essas coisas, então, vida, já que você faz questão – Lady Antebellum procê. Espero que seja do seu agrado!

E nem é que eu não ache o som bom, mas é que eu ando numa fase tão não romântica que qualquer coisinha a respeito de se beijar à luz da lua (ou cafonices do gênero) me dá urticária, então não.

6. Divine Sorrow, de Wycleaf Jean feat. Avicii

A música é legal. Ah, não sei explicar! Eu gosto dela.

Colocaram um efeito legal na voz do Wycleaf pra ela ficar daquele jeito meio digitalizado, sabe? Pra ser sincera, nem senti nada do Avicii aí… acho que deve ter sido no “instrumental” (afinal, é isso o que ele faz nas músicas, não), mas não tenho certeza.

7. Wave, de Tom Jobim

VIU SÓ? NÃO SOU TÃO IGNORANTE ASSIM

#chupasociety

erm-em. Enfim. Certo.

Aí que em 2014, fizeram 20 anos que a música brasileira perdeu o que provavelmente era o maior de seus gênios: Tom Jobim. Dono da ainda mais baixada música do mundo, Garota de Ipanema, autor de algumas das obras mais lindas que existem na língua portuguesa (perdão quem gosta, mas acho uma merda a tradução) e mais um motivo pra gente ficar orgulhoso dessa terra chamada Brasil.

Mas por mais que Garota de Ipanema seja toda linda e representativa do Rio e de Copacabana, meu coração sempre será de Wave e das estrelas que esquecemos de contar. Ai, ai. provavelmente porque sou de São Paulo e ainda não cheguei nem perto de terras fluminenses

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s